sexta-feira, 25 de agosto de 2017

AURORA REPERCUTE NA IMPRENSA REGIONAL.






terça-feira, 22 de agosto de 2017

RELATORIO DE REGISTROS DO AURORA 1982-2017

AURORA    FUTEBOL   CLUBE-Rua Daltro Filho ,71 Bairro Floresta- 97.900-000-Cerro Largo-RS      

*Campeão Estadual de Amadores 1982 

*Vice Campeão Estadual de Amadores 1983                                                            

* Hexa Campeão Amador da Região Missões                                                                   

*Tri Campeão Amador da Região Fronteira  Missões            

*Integrante da Divisão de Profissionais do RS desde  1987                              

*Integrante do Federação de Futsal Gaúcho desde 1993


Relatório/Levantamento  da  situação financeira /Patrimonial de  algumas Prestações de Contas de  diretorias  do ano de 1982 à  dezembro de 2012, de acordo com livros de Atas e Xerox dos Livros de ATAS  desaparecidos, bem como de publicações na Imprensa Local.. Levantamento com base em documentação encontrada  e  disponível. Saliente-se que o último  Livro de ATAS ainda  não foi entregue pela diretoria de  Edgar  Basilio  Butzen/ Eduardo Baltazar  Moscon, bem como a documentação do Clube  .Sem solução até esta data.


Em 1982-O Aurora Futebol Clube foi Campeão Estadual do Absoluto de Amadores, e seu presidente era Adair José Trott. O estádio da baixada já possuía  arquibancada inaugurada em 05.11.1978 (Adair José Trott).

Em 1983-O Aurora FC. manteve  seu time e novamente se classificou para disputar o quadrangular final do Estadual de Amadores em Novo Hamburgo, que foi realizado só em maio de 1984 devido a problemas jurídicos entre alguns participantes e Federação Gaúcha.


Em 1984-no mês de maio o Aurora FC conquistou  o Vice Campeonato do Estadual Absoluto de Amadores de 1983 realizado em Novo Hamburgo no Bairro de Canudos,e os Presidentes  do clube eram  Eduardo Baltazar Moscon, Luis Alberto Trott   e Caio Fioravanti.


1985-Em janeiro foi eleito Silvio Félix Medeiros Filho pela primeira vez, sendo vices Rudi F.Damke e Romeu Dalsotto Borges.


Em 12.05.1985  foi inaugurada a cobertura da Arquibancada do Estádio da Baixada em jogo festivo frente aos juniores do Grêmio .Este jogo teve a presença  do DARCI(Campina das Missões) que fazia sua estreia na equipe tricolor que venceu o Aurora por 5x3.


Em 02.06.1985 os juniores do Inter voltaram à Cerro Largo depois de 14 anos e o jogo realizado na Baixada teve empate de 2x2, ainda como parte dos festejos da inauguração da cobertura da arquibancada.


Em  julho devido a  desacordos com tesoureiro  Roque  Waschuburger ,  Silvio passou  o mandato para Rudi F. Damke. Ao final do ano também com desavenças com o outro Vice Romeu Dalsoto Borges, Rudi passou a presidência para  o mesmo que entregou o clube numa situação financeira desastrosa  com dívidas inclusive com fornecedores de bebidas da cidade.(CR$17.900.000,00)


1986-Em  janeiro de 1986  Silvio foi eleito novamente  e a dívida herdada da diretoria anterior do Aurora era CR$ 17.900.000,00.  Seus vices eram  Luis Alberto Trott  e Eduardo Baltazar Moscon.  Foram realizadas reformas e construções no Estádio da Baixada  durante todo o ano de 1986.


Em 02 de março de 1986 o Aurora venceu por 1xo  os Juniores do SC Internacional  treinado pelo Homero Cavalheiro e  naquela ocasião com o lucro da promoção e diversas outras promoções feitas , toda a dívida existente foi quitada. Em 30 de março venceu por 2x0 o Guarani C.Alta.


Comemorado os 40 anos do Clube com diversas promoções durante o ano de 1986.  Realização  de Campeonato Municipal de Futebol Sete vencido pela equipe da JH Klein conforme  fotos do acervo  e reportagens esportivas. Disputa do Amadores 1986, conquistando o titulo de Campeão das Missões.


Realização do Jantar Festivo em outubro de 1986 no Clube Cruzeiro   (filmado em fita Cassete) original  com sorteio de um Fusca  sendo a ganhadora  do carro a  Srta. Marula Hilgert.


1987-Silvio Félix Medeiros Filho Presidente consegue a PROFISSIONALIZAÇÃO DO AURORA FC.

Em 1987 , a diretoria do Clube conseguiu a aprovação do Processo de Profissionalização do Aurora FC , que passou a ser oficialmente integrante da 2ª. divisão de Profissionais do RS . Foram realizadas ampliação nos vestiários, nova copa, casas mata, túnel de acesso ao gramado ,alambrados e  melhorias no gramado eram constantes apesar do desnível do mesmo. Realizações de Campeonatos Municipais de Futebol de Campo e de Futebol Sete. Disputa da Segundona de Profissionais.


Em 1987 atendendo um pedido de Harry Lenz então  Chefe do setor de Esportes da Prefeitura o Aurora FC disponibilizou a sua equipe de Futebol de Campo e todos os fardamentos do Clube que foram usados em outros esportes para que nosso Municipio  pudesse participar pela primeira dos Jogos Carlos Culmey em Monte Carlo-ARG  já na sua 4ª.edição .


1988-Silvio Félix Medeiros Filho –Presidente- Mais obras e reformas foram efetuadas  nos muros da frente do Estádio, na  rede elétrica e outras melhorias. Gabines de Rádio e Sede. Realizações de Campeonatos de  Campo e Futebol Sete. Disputou a Segundona  e  a Copa Cícero Soares.  


1989-Dr .Dalton D. Steffens –Presidente- Disputou o Campeonato da Segunda divisão e seu tesoureiro era Roni Darci Munchen. *Deixou de efetuar todos recolhimentos da Previdência Social (INSS),sobre a folha de pagamento dos jogadores. Valores estes que foram quitados posteriormente com a venda copa e dos 4 frizzers do Clube pelo Sr.Edgar Basilio Butzen.


1990-1991-1992-Silvio Félix Medeiros Filho –Presidente –Realizações de Campeonatos de Campo e de Futebol sete. Taça Sidnei Fenner e Taça Irmão Ambrósio. Disputa da segundona em 90 e 91. Presença da Seleção Brasileira de Masters em 12.08.1991 coma  presença do Rei Dadá, Muricy Ramalho, Valdir Perez, Vaguinho, e outros. Realização da Copa Vermelhinho de Futebol de Campo em 1992  tendo  a  A.E.Brasil Campeão e os Beija Flor vice. Tiveram inicio às obras  para nivelamento do gramado da baixada e reforma de todo o Estádio e Alambrado.


1993-1994 – Em abril de 1993 - Silvio passou a presidência para Antonio César de Souza Mendes que  foi presidente do Aurora  até set/93  e depois assumiu o Vice Edgar Basilio Butzen . Obras no gramado e no Estádio com a reforma geral do gramado e do estádio. A dívida do Aurora era : INSS (CR$ 362.000,00-refte.ano de 1989 que não foi recolhido na gestão do Dr.Dalton ),luz e água CR$7.792,00  e  Folha da produção CR$5.000,00).


Em 20 de dezembro de 1993, Edgar Basilio Butzen através da ata 07/93 vendeu os 4 congeladores(frizzers) de propriedade do /clube adiquiridos pela gestão de 1988  e vendeu a exclusividade da Copa do Estádio pelo período de 0l (hum) ano a empresa Paulinho Bebidas Kaiser, para quitar o INSS de 1989, cujo contrato era  para valer  após a reinauguração do Campo.


O Presidente Silvio deixou realizada a transação Eucaliptos do Estádio pela reforma  do  Gramado e  construção do novo  alambrado  com pista atlética pela Prefeitura Municipal e  o Convênio de 10 anos  foi assinado em  setembro de 1995, com validade até set/2005. No aditivo do referido Convênio consta que em todas às promoções a exploração da Copa do Estádio seria sempre do Aurora FC.


Em virtude das obras no Estádio da Baixada  ,foi realizada uma prova de  Supercross  em 1993 que foi um sucesso, aproveitando   que o gramado  seria remodelado.


NOS 2 anos  1993/94 o Aurora Futsal  jogou à serie bronze de futsal sem nenhum custo para o Clube. Em 1993/94  às arbitragens eram pagas pelo CMD que tinha como presidente Jair Welter da CEF e às viagens de ônibus pela  Prefeitura de Cerro Largo. Em 1994 o Aurora/Imperador Jóias foi Campeão Municipal de Sto.Angelo Taça Pepsi aproveitando este campeonato  como  treinamentos  para a Série Bronze de Futsal RS.


Dos 18 jogos realizados no Ginasião pela Série bronze  sómente  foram cobrados ingressos em 4 partidas  da  equipe do Aurora/Vermelhinho Futsal com todos os materiais esportivos e despesas de  jantas/hotéis  em viagens custeadas pela Empresa Vermelhinho Sport Line.


Em 1995  Silvio recebeu de Edgar Basilio  Butzen  a  Presidência do Aurora FC.,cfe. Ata 03/95  de  03.02.1995  e consta  na mesma não ter havido movimento financeiro  no seu mandato.  Silvio  foi  eleito  Presidente executivo tendo como vices  Luis Carlos da Silva  e Adair  José Trott  e  o Sr. Edgar  Butzen , Canisio  Schmidt  e Ivo da Rosa Mello como integrantes  efetivos do Conselho Fiscal.


1995- Com o Convite da Federeção Gaucha de Futsal  para jogarmos a Seletiva da  PRATA  na qual o AURORA FC sagrou-se Campeão Invicto. Houve a necessidade de fazermos uma  diretoria de futsal que  constava com  Silvio (presidente),  Altevir (diretor de futebol) , Helio  Krentkowski (tesoureiro) , Mauro Cervi  gerente do Meridional (diretor financeiro), Luis V.Adams (diretor) e  Enio Protásio Meinhart( diretor).


Em  1995  para viabilizar e dar sustentação financeira ao Futsal foram  sorteados  5 automoveis  que   renderam  ao clube    R$ 86.258,81(-45.900,00) dos veículos  sobrando  R$40.358,81  para  o  Aurora conforme balanço de 08.12.95 e prestação de contas publicado na folha da produção em  21.12.1995.  Ao  todo o Futsal  em 1995  movimentou R$ 87.668,74  restando  no caixa R$ 2.066,06  naquela  oportunidade.

OS GANHADORES DO VEICULOS FORAM:

04.03...Um gol-Tania Pelissari de Sto.Angelo...folha produção  09.03.95

15.04...Um gol-João Neto Motta  CLargo........folha  produção   27.04.95

03.06...Um gol –Eleonor Oscar Becker............folha  produção  08.06.95

04.08....Um Gol-Funcionarios da Mecautor......folha  produção 10.08.95

30.09....Um Corsa-Tioni/Gilberto Winter........folha  produção 05.10.95


Sorteio  do CARTELÃO DA OKTOBERFEST  realizado  em  11.11.1995  ver EXPLANAÇÃO na  página específica deste relatório.

Em 13.03.1996 –  Nesta  data  o  Aurora  Futsal,  encerrou  suas atividades fechando seu time de FUTSAL no famoso  jogo  da  surpresa  onde venceu a ACBF de  Carlos Barbosa por  3x1.


Saliente-se  que foi em  1996 que  a  ACBF conquistou  pela primeira vez o Titulo do Campeonato Estadual de Futsal do Rio Grande do Sul


Ver  reportagens no jornal folha da produção, de  21.03.1996  .Em seu EDITORIAL grifa o “FIM DO FUTSAL ”, uma semana antes da reinauguração do Estádio da Baixada.


Em 20.03.1996 -A Diretoria do Aurora solicitou o  Licenciamento  junto a FGFS  para não disputar a Série Prata 96 do Futsal.

Em 24.03.1996- Neste dia ocorreu a reinauguração do estádio da Baixada de propriedade  do Aurora FC.,   com  a presença de quase 2 mil pessoas  noticiado pelo Jornal Folha da Produção em sua edição de  28.03.1996.


Em  15.04.1996-Foi reunido o Conselho Consultivo do Clube com objetivo de colocar os últimos 10  Presidentes  ao par da situação financeira do Aurora, com o fechamento do time de futsal  em 13.03.96. Compareceram Silvio Filho, Dalton D.  Steffens, Luis Alberto  Trott, Carlos Roberto Fioravanti, Eduardo B.Moscon, Inacio Lauri Welter, Arno Theobald,  Afonso Antes , José Otto Theobald, e não se fizeram presentes  Adair Trott, Edgar Butzen e Dario J.Sperb (cfe.xerox da lista de presenças)


AFONSO ANTES-NOVO PRESIDENTE EM 01.05.96.


Em 01.05.1996- Ocorreu a eleição do Sr. Afonso  Antes, recebendo  a gestão  de Silvio Filho ,cuja ata de nro.05/96 apresenta a prestação de contas da diretoria que estava entregando o cargo e o valor da dívidas apresentadas no relatório  somava  R$ 19.970,56 .

Afonso Antes recebeu de  Silvio Filho o ESTÁDIO DA BAIXADA  totalmente  reformado com  gastos de mais de R$ 100.000,00  reais, constando no  discurso do  o Sr.Prefeito Municipal Adair José Trott quando da reinauguração  e está publicado na página 12 da edição de 28.03.96 da Folha da Produção.

Realizou alguns amistosos sem grandes motivações esportivas.

07.07.1997- Nesta data o Sr.Afonso Antes renunciou seu mandato cfe.ata nro.01/97 em carácter irrevogável,devendo assumir o vice Luis Alberto Trott o que não ocorreu.


O Clube  foi entregue ao Conselho Fiscal.


No Jornal  folha da produção de 14.08.1997  o Sr.Afonso Antes  afirma ter pago dívidas de R$ 3.020,34  e até hoje não se sabe quais elas foram pagas. Não existe registro em atas , não foram encontrados documentos  bem como balancetes  da prestação de contas , sómente a reportagem da folha da produção. Nada se sabe  da existência da  referida documentação.

15.10.1996


CINQUENTENÁRIO DO CLUBE


Nenhum festejo foi realizado pela diretoria do Sr.Afonso Antes e seus sucessores  para comemorar os 50 Anos do Clube.

Foi inclusive perdida uma bela oportunidade de serarrecadado algum valor para pagamentodos débitos do Clube.


07-07-1997 ELEIÇÃO  DO  SR. JOSE LUIS  LIMA DOS SANTOS 
COMO PRESIDENTE DO AURORA FC 


Em 07.10.97 ata 07/97 foi eleito Presidente da Entidade o Sr..José Luis Lima dos Santos, que nem sócio da Entidade era, e nem seu Vice Vilson  San Felice.

 A diretoria do Sr. Lima realizou a TAÇA HELVINO HENDGES   com  pagamento de prêmios em dinheiro havidos através da exploração da Copa do Estádio . Entrega de prêmios em dinheiro na época publicação de 13.05.98 da  Folha da Produção que atingiu R$600,00 (seissentos reais).

 Esta promoção teria dado mais de R$ 2.ooo,oo(dois mil reais) de lucros ao

 AURORA FC, segundo informações de um repórter presente a uma das reuniões da diretoria , pois a Copa foi explorada pelo Clube.  Não  encontrou-se  prestação de contas  desta gestão, e  na ATA de 07.11.2000  em que José Luis Lima  demitiu-se  consta na referida ata NÃO TER HAVIDO movimento financeiro em seu mandato.


2001- ELEIÇÃO DO GRINGO –JORGE GATTIBONI


Na Ata nro. 04/2001 consta a eleição do  Edil  Jorge  Gattiboni (gringo) que reativou a equipe jogando Sub-21 tentando encontrar uma solução para as dívidas do Clube  e também queria passar o Patrimonio do Aurora para a Prefeitura conforme carta enviada aos associados Patrimoniais em 2003.


Na  Prestação  de  Contas de sua gestão ATA 008/2002 de 03.02.2002 consta o movimento financeiro total de R$13.401,70  de  despesas e  R$7.205,86  de receitas , e um saldo Credor  a titulo  de empréstimo  do Sr. Jorge (Gringo) no valor de R$ 6.195,84  que cobriu  às  despesas apresentadas. Não temos nenhum registro de que o mesmo tenha sido pago ou que o EDIL tenha doado posteriormente ao Clube, devido a falta de acesso ao último Livro de ATAS.


06.06.2002-   2º. LEILÃO JUDICIAL DA PARTE DOS 35 MTS DE FRENTE, avaliados em R$13.000,00  sendo adjudicados pela Olga por R$7.800,00  e prosseguiu o processo de cobrança do saldo devedor(divida cheque de R$7.000,00 dezembro/1995). Presidente era o Gringo Gattiboni.


2003- Em 25 de junho de 2003 Gringo convocou Assembleia para eleição  publicado no jornal Gazeta do Povo.


Como  não  houve  eleição entregou o Clube  novamente  ao Conselho Fiscal  capitaneado pelo Sr.Edgar Basilio Butzen.


Em 18.09.2005   findou os 10 anos do comodato entre Aurora FC e Prefeitura Municipal, sempre lembrando que a exploração da Copa do Estádio em qualquer tipo de promoção seria pelo Aurora FC., conforme consta no aditivo de 18.09.2005. O Clube deveria ter tido receitas da Copa neste período. E ?????????.


2006-Em 06.07.2006 o Sr.Edgar Basilio Butzen convocou eleições  que não ocorreram dia 13.07 por falta de quorum ,e a mesma  foi continuada  no dia  dia 31.07 com ATA aberta e com assinaturas de não sócios. Esta inclusive foi questão de uma ação impetrada pelo Associado Silvio Félix Medeiros  Filho na Justiça Local.


Em 24.10.2006  houve nova convocação para complementar a Diretoria  de Julho e no jornal de 09.11.2006  houve  uma Assembléia  na ACI  de Cerro Largo,e cuja ATA não se  tem  conhecimento  do TEOR  pelo SUMIÇO  DO  REFERIDO  LIVRO , onde publicou-se que a diretoria iria tentar uma negociação de comodato ou venda para a Prefeitura Municipal de Cerro Largo. Temos um Xerox da ata 03/2006  não muito legível.  Nada de busca de receitas pela diretoria eleita, nem promoções.


Neste  período os processos que corriam na Justiça contra o Clube tramitaram muitas vezes sem manisfestação ou acompanhamento de advogado nomeado. O que de certa maneira trouxe toda esta situação difícil  e onerosa de ser revertida.


NO PERIODO DE 2007 /2011 houve inúmeros jogos no Estádio da Baixada como pode-se verificar em matérias publicadas nos jornais Locais. Encontrou-se cópia de ofícios do CMD e do presidente Edgar Basilio Butzen  cedendo gratuitamente ao EC Floresta (especialmente) para  realização de 3 edições consecutivas da Taça  da Amizade de Futebol de Campo, com jogos aos domingos c/exploração da Copa.


A Festa de aniversários dos 20 anos do EC Floresta foi realizada no Estádio de propriedade do Aurora em 2010 e constam  fotos do evento no site do Clube, inclusive houve a pintura do Muro  da comemoração do com muita festa , bebida.


“ Nada de receita para o Aurora FC.”


Foram realizadas 3 edições da Copa AMM  inclusive em 2011 na final entre Cerro Largo x Salvador na qual nosso município sagrou-se Campeão, nos jornais foi publicado que mais de 3 mil pessoas assistiram a este jogo, sem cobrança de ingressos e segundo informações colhidas(não existe documentos comprobatórios) de  que o Prefeito Adair José Trott teria cedido a exploração da Copa ao Sr.Renato Pich em “troca dos excelentes serviços prestados aos CMD ”.


No  Site  do Aurora  constam  fotos  da  presença  do publico, festejos, premiações , etc  e  tal.

A má conservação e manutenção do Estádio levou o Patrimonio do Aurora e ficar no  estado que se encontra.


A  grosso  modo  pode-se  quase  afirmar que a renuncia de  receita em beneficio do Aurora Futebol Clube  nestes  últimos  15 anos  passa  de R$200.000,00 (duzentos  mil reais),  e os débitos  existentes poderiam todos terem sido pagos.

Sabe-se que  exploração de Copa não tem como dar prejuízo, e empréstimo do Patrimonio  de  um  Clube  endividado  sem nenhum ressarcimento  também  não é possível de ser aceito.

O Aurora  neste últimos 15 anos não teve conta bancária.  Falta registro e apresentação de diversas prestações de contas,bem como toda a documentação do Clube entregue em maio de 1996 ao Sr.Afonso Antes.


COMISSÃO  DE ASSOCIADOS PATRIMONIAIS ASSUME O AURORA FC


2011-Em Setembro de 2011  os Associados Patrimoniais do Aurora baseados  no Código Civil convocaram  Assembleía Geral Extraordinária e elegeram uma Comissão de Associados , a qual  tomou Posse do Clube com mandato até 17.09.2012, tendo como presidente Silvio Felix Medeiros Filho, Vice Bruno Rudrico Bulling, Secretário Dalton Djalmar Steffens e tesoureiro  Dorival José Dugatto.Toda a documentação  desta Assembléia  e  da reeleição  em 17.03.2012 encontram-se registradas no Cartório das Pessoas Juridicas  em Cerro Largo.

Esta Comissão providenciou a reabertura do CNPJ  que estava bloqueado desde 1996,  entregou as declarações de renda atrasadas que geraram 5 multas de R$200,00 cada uma(total R$1.000,00) que foram pagas com vendas de camisetas e sorteios , tomou ciência e outorgou procuração a uma nova banca de advogados  para defenderem o Clube das Ações em questão já referidasA falta  do CGC dificultou  todas às providências da Comissão bem como a Adpatação dos Estatutos pelo novo Código Civil Brasileiro de 2012.

A primeira providência tomada por esta Comissão foi publicar nos Jornais que às cedências do Estádio doravante sómente seriam permitidas pela Comissão Executiva, e com o devido pagamento de seu uso.

Houve um protesto pessoal da diretoria do EC  Floresta , pois afirmaram  ter documento de  cedência  gratuita  assinado pelo  Sr.Edgar Basilio Butzen. Tal documento  não foi  apresentado  a Comissão que Administra o Clube.

A Diretoria atual enviou correspondência  em 17 julho de  2012 a  Sra. Luciana Meirelles/Altevir  e Olga M .S. Medeiros  Solicitando autorização para entrada de máquinas para efetuar melhoramentos  no gramado da Baixada.

Foram solicitados o maquinário ao Sr.Prefeito Adair José Trott em correspondência com  recebimento, agora em 18 de  julho/12 para melhorias no gramado e parte de drenagem, ainda sem resposta ambas às cartas.

A  COMISSÃO QUERIA  REALIZAR JOGOS  NO  ESTÁDIO. LANÇARIA E IRIA  IMPLEMENTAR  PLANOS DE ARRECADAÇÃO  DE  FUNDOS  COM  NOVOS   SÓCIOS PARA TENTAR PAGAR  ESTES CREDORES.

Um plano de venda de cadeiras na arquibancada estava prontinho para ser lançado para arrecadar fundos.
FOI  INVIABILIZADA !

**Estas correspondências tem a ciência de recebimento e às cópias estão arquivadas na Secretaria do Aurora FC.*

UMA  CERCA COLOCADA LOGO ATRÁS DA GOLEIRA NORTE.

O Sr.Altevir JS Medeiros/Olga Maria Schneider Medeiros, mandou cercar os  35 mts de  frente arrematados  pela Sra. Olga em 06.06.2002, tão logo a Comissão assumiu o Aurora FC em 2011.

Efetuou a escritura Publica no valor de R$16.910,34 em 13.12.2011 em nome de Olga Maria Schneider Medeiros  de acordo com a Carta de Arrematação transitada em  julgado de 06.06.2002 .,referente a dívida do cheque de R$7.000,00 de dezembro de 1995.

Em 20.12.2011 a Sra. Olga Schneider Medeiros  vendeu para sua  nora   Luciana  Claudete Meirelles Correa  que reside em Santo Angelo pelo mesmo valor de R$16.910,64  cfe.R/383 Livro 171 de transmissões, fls 16 sob nro. 22.217 em 19.12.2011.

SEM JOGOS :  no Estádio da  baixada não puderam ser  realizados jogos de futebol em virtude da cerca  divisória colocada pela nova proprietária da área adjudicada pela Sra Olga Maria Schneider que à vendeu a sua nora LUCIANA MEIRELLES da cidade de Santo Angelo-RS ,conforme registro no Cartório de Cerro Largo.


Em março de 2012 o CLUBE  obteve na justiça o cancelamento do  LEILÃO  JUDICIAL  MARCADO  para   o dia   30 de março de 2012  cujo  valor  da  avaliação era de  R$140.920,00  realizada pelo nobre Engenheiro  Roque  Antonio  Dewes  na  data de 28 de janeiro de 2010, não havia sido contestada  pela diretoria do Aurora FC e seus advogados nomeados , muito menos  a conta do crédito do Sr.Silvio Micozak. No despacho do cancelamento do leilão o Magistrado Local salienta que o Clube  não havia  sido intimado  desta avaliação e o credor concordou com o cancelamento deste Leilão. Nesta demanda o Clube foi defendido pelo Advogado Luis Gustavo da Silva de forma gratuita, o que de fato ocorreu e teve muitas ressalvas profissionais  e pouca intervenção profissional no processo.

O  Credor Silvio Micozak logo após a data do Leilão que foi cancelado com sua concordância ,invocou através no novo Código Civil  a adjudicação da área de 19.200 m/2  tendo em vista que seu crédito era maior que o valor avaliado pelo Engenheiro Roque Dewes.

PUBLICADO BALANÇO DO PERIODO DE ADMINISTRAÇÃO DA COMISSÃO DE  ASSOCIADOS COM RECURSOS ANGARIADOS PARA COBERTURA DAS DESPESAS JUDICIAIS , PAGTO. DE MULTAS  NA RECEITA FEDERAL  E  REGISTROS EM CARTÓRIO  E ATUALIZAÇÃO  DA DOCUMENTAÇÃO  DO CLUBE J UNTO A  RECEITA FEDERAL  E   CGC ATUALIZADO E DECLARAÇÕES DO IMPOSTO RENDA  EM  DIA, PODENDO CONTINUAR SUAS  ATIVIDADES  MESMO SEM PATRIMONIO.

AGRADECEMOS O ESCRITÓRIO TONEL LTDA, QUE NOS ASSESSOROU  DE FORMA GRATUITA  NA PARTE  CONTÁBIL FISCAL.

Todas as tentativas de descaracterizar e sensibilizar a Justiça da Comarca de Guarani das Missões sobre o prejuízo enorme que o Aurora teria com a perda de seu Patrimonio por valor irreal, não foram suficientes para impedir esta adjudicação e culminando com a perda um prazo pelo advogado Luiz Gustavo Silva.

A falta de intimação da referida avaliação de 2010 por parte do Clube ferindo  todo o amplo direito de defesa da Instituição,  não foi entendido desta maneira nem mesmo pelo Tribunal do Estado, alegam  ter havido publicidade sobre  o Leilão onde constava o valor da avaliação.
Para recorrer do feito, a diretoria defendendo  os interesses do Aurora nomeou a banca jurídica  Kuzniewski e Segger  para prosseguir nas demandas e tentar através recursos junto ao Tribunal do Estado do Rio Grande do Sul reverter a situação da adjudicação de seu Patrimonio, o que acabou não resultando de nada concreto e o Aurora  PERDEU seu PATRIMONIO. Os valores gastos constam no BALANÇO DE 2012.

Dia  28 de julho de  2012  foi á realizado no Hotel Missões  uma  ASSEMBLEIA GERAL  EXTRAORDINÁRIA  para  atualizar os Estatutos Sociais de Acordo com o Código Civil  em vigor,  para  conseguir  dar  prosseguimento da busca de alternativas para quitação  dos débitos existentes  e melhoramentos no Patrimônio.

I-CARTELÃO   DA  OKTOBERFEST   MISSÕES

Originou o  premio Carro Escort O Km .cujo ganhador foi o Silvio Mikcozak de Guarani das Missões  e não recebeu o premio da PROMOSUL , pretendia ficar com o estádio, e ficou.
Este  contrato  com  a  Empresa  Promosul  rendeu  ao Aurora  R$ 8.291,17  liquidos, contabilizados no balanço de 1995. O Contrato com a Promosul  foi assinado em 18.09.95  e o sorteio foi  realizado em 11.11.1995.

O RESULTADO DO  sorteio foi divulgado na Folha da Produção em 21.11.1995   com  a relação dos ganhadores fornecidos pela Empresa Promosul de Palmitos SC.

Verificou-se depois  no fim  do mês de janeiro de 1996 que  o  Sr. Silvio  Mikcozak  de Guarani  havia  sido ganhador de  um ESCORT HOBBY o qual  acabou não sendo efetivamente entregue  pela empresa Promosul,  apesar de todas  as tratativas amigáveis.  

EXISTIA /EXISTE  A  CONFISSÃO  DE  DÍVIDA  DA EMPRESA   PROMOSUL DEVIDAMENTE  REGISTRADA  NO CARTÓRIO  DE  PALMITOS SC.

Este automóvel    foi  alvo de cobrança Judicial  contra  o Aurora Futebol  Clube  que foi  condenado  pela  Justiça em primeira  e segunda Instâncias  a pagar o referido premio. O processo em algus momentos  andou  sem advogado defendo o Clube.

O presidente Silvio  Filho entregou a  DECLARAÇÃO  DE  DÍVIDA  DA  PROMOSUL   para que o Presidente Afonso Antes (foi junto no carro do Silvio à Palmitos-SC )  efetuasse a cobrança Judicial do  referido veiculo da  Empresa  Promosul  de Palmitos  SC, responsável  pela  entrega  dos  prêmios.

Nada foi feito neste sentido de cobrar a referida empresa.

O  processo  de cobrança contra o AURORA encontrava-se  na Comarca de   Guarani  das Missões, cidade onde o credor morava em  1996, mas o Sr.Silvio  Mickozak reside na Rua  dr  João  Sebastiany (antiga residência do Xiru Moscon), é  proprietário de  Caminhão com  motorista.

Em conversa mantida com o mesmo em 26 de julho 2012  o mesmo se negou a fazer qualquer  tipo de  acordo e queria  receber o valor da contava no processo , mais de R$150.000,00 (Cento e cincoenta  mil reais)...

Alega que varias vezes procuraram ele  e  inclusive numa oportunidade  em  conversa  com  o Sr.Eleonor  Becker  baixou em  50%  o valor e  nunca o pagaram,  nem o procuraram mais.
Na época o credor  teria sugerido que comprassem um Gol na Mecautor (podendo ser financiado em parcelas) que ela aceitava e nem assim o débito foi solucionado.

Saliente-se que existe no processo uma avaliação do  Engenheiro  Roque  Antonio  Dewes  com  data  de 28 de janeiro de 2010 ,o qual avaliou o Estádio da Baixada  em  sómente  R$140.920,00, valor que foi fixado pra o Leilão de março de 2012.

Em  11.03.2012  o valor de R$ 9.500,00  que  correspondia  ao preço  do  Automovel  Escort  Hobby Zero Km ganho  pelo  Sr. Silvio  devidamente atualizado  pela  poupança  desde   11.11.95  daria  o e quivalente  à  R$ 45.107,52.(valor corrigido em 11.o3.2012).

No processo o valor passa de R$150.000,00.(Cento e cincoenta nil reais). Originou  a sentença  judicial do magistrado de Guarani das Missões , colocando a disposição do exequente a  CARTA de adjudicação da área  restante do Clube de 19.200 m/2.

II- EMPRÉSTIMO  DE  OLGA  MARIA SCHNEIDER MEDEIROS....cheque R$7.000,00

Em  08  de  dezembro  de  1995,  OLGA MARIA SCHNEIDER  MEDEIROS emprestou R$7.000,00 (sete mil reais)  cfe.  Cópia do CHEQUE do Banco do Brasil assinado  por  Silvio Filho  e Hélio  Krentkoski  para a realização de um Sorteio de um Fusca que acabou não  sendo sorteado. 
O Fusca foi vendido  sendo devolvido o valor das 46 cartelas aos compradores . O valor de R$ 7.000,00 foi usado para pagamento  das  despesas  do futsal  cuja equipe já estava treinando  desde  02 de janeiro  e  consta  na prestação  de contas da diretoria. O cheque  foi alvo de cobrança Judicial na qual o Clube  perdeu  uma  parte  de seu Patrimonio, área de  35 mts  de   frente  em  Leilão  Judicial  transitado  em Julgado  em 06.06.2002 , na Gestão do Gringo , e foi adjudicado por  60% do valor da avaliação que era de R$13.000,00 ,  isto é R$7.800,00   para /dona Olga Medeiros (xerox)  e  o  processo  segue  correndo aqui no Forum local na busca de recebimento do saldo  do valor  a que acham  que tem  direito.

Em 08 de  março de 2012  solicitamos a CAIXA  ECONOMICA  FEDERAL  que fizesse  uma  atualização  DO  VALOR através da correção da caderneta de  poupança e o valor daria R$ 32.591,24 em 11.03.2012.

III- PROCESSO JUDICIAL DO EX- ZELADOR  DO CAMPO ALZIRO ANKLAN GONÇALVES.

11.05.1996-O  Zelador do Campo,   sempre  teve contrato de  locação inclusive a pasta com a documentação da época foi entregue  em 11.05.96 conforme   oficio  com  a ciência do Sr.Afonso Antes.

Na folha da produção de 23 de maio de 1996  foi divulgada uma matéria intitulada “DIRETORIA DO AURORA “  em audiência  com o Prefeito.Nesta matéria está divulgado : ZELADOR- esta semana a diretoria do Clube  renovou o contrato do Zelador Ciro Gonçalves.

 Em Janeiro de 2005 o zelador transferiu-se para Farroupilha voltando em Fevereiro de 2007, prejudicando seu  direito de 2  anos  em poder ajuizar uma ação trabalhista contra o Aurora.
Existe  inclusive carta dele  via fax de 07.02.2007  propondo receber  o valor  de R$40.000,00(quarenta mil reais )do Clube. Na mesma consta que seus direitos seriam de mais de R$100.000,00(cem mil reais).

Alziro não teria direito algum visto ter ido morar em Farroupilha por mais de 2 anos. ( Perdeu  o  prazo de ajuizamento de ação trabalhista).

Neste período deixou seu irmão ADEMAR  morando com sua família na casa do Estádio.Voltou  para Cerro Largo em Abril de 2007  e  efetuou  compras  dia 24.04  nas Lojas  Quero-Quero  de  materiais  de construção (forro,tintas etc), e reformou  a casa  do  Zelador  no Estádio de  propriedade do Aurora.

Alziro teria voltado para cumprir pena de reclusão no Presídio Local.( liberdade 50%+dormir no presídio).
Em 18 de junho de 2007, o Aurora Notificou o Alziro via Cartório em oficio assinado pelo Sr.Eduardo Baltazar Moscon , solicitando a desocupação da Casa do Estádio.

O mesmo não assinou a notificação , e consta no verso a declaração de fé publica da Oficial Walquiria  H. Oliveira que o mesmo se negou a assinar a mesma, que foi lida em sua presença.

A diretoria então não ajuizou a competente  ação  de  Reintegração de Posse . No ano de  2009  ALZIRO ajuizou  AÇÃO  DE   USUSCAPIÃO   contra o Clube,  em tramitação na Justiça de Cerro Largo.

Alziro construiu uma casa para seu filho dentro do Estádio sem autorização da diretoria do Aurora (Comissão de Associados), foi feito Boletim de ocorrência na DP local, em 2011 pela Comissão de Associados e denuncia no CREA que  foi anexado junto ao processo de usucapião. Foi condenado criminalmente à pagar R$3.000,00(três mil reais) para Entidades Beneficientes.

O CREA esteve  aqui e  notificou a falta de  engenheiro responsável, ART, e demais documentos. A Construção esta concluída dentro da área do Estádio do Clube.

IV- Resumo sobre a composição da dívida  ajuizada:

UM  CHEQUE DE R$7.000,00 (SETE MIL REAIS) resultou na perda de 5.100m/2  (35 mts de frente) arrematados pela credora Olga MS Medeiros  por 60% do valor de avaliação na época R$ 13.000,00  sendo 60% igual a R$7.800,00. Transitado em julgado em  06.06.2002.

UM ESCORT básico de R$10.000,00(dez mil reais), que deveria ser entregue pela empresa contratada PROMOSUL  e que confessou a dívida e não foi acionada pelas diretorias do Aurora FC., resultou na perda de 19.200 m/2 área do campo de futebol e benfeitorias avaliadas pelo Eng.Roque Antonio Dewes em R$ 140.920,00  (área cru em R$30.400,00 e R$110.520,00 às benfeitorias) ,resultaram na adjudicação pelo credor cujo valor no processo passava de R$153,000,00 (cento e cincoenta e treis mil reais), permitiu a transferência solicitada pelo Sr.Silvio Mickozak através do Novo Código Civil que dá o direito ao credor optar por receber o bem ou o equivalente em dinheiro.

Como um  crédito Judicial de 10.000,00 (dez mil) original de 1995 chegou à R$153.000,00 em 2012  fica difícil de ser assimilado, pois permitiria ao credor comprar quase 8  veiculos novos iguais ao que teve direito no Sorteio  em 1995.

O porque que  os mandatários  do Aurora neste período nada fizeram de concreto para evitar estes fatos, nenhum movimento social foi executado para reerguer o Clube , deixando o mesmo definhar como uma empresa em situação de insolvência.

TEMOS UMA GERAÇÃO INTEIRA QUE NADA SABE DA HISTÓRIA DO AURORA FUTEBOL CLUBE.

A notícia de que a Prefeitura Municipal estaria negociando a recompra deste  Patrimonio  por  um valor estimado em  R$730.000,00(Setecentos e trinta mil reais) na gestão René/Canisio , poderia  mudar ou ajudar  a entender  tudo o que realmente se sucedeu  desde 01.05.1996  até os dias de hoje.

Credora Olga MS Medeiros- Cheque de R$7.000,00 de dezembro de 1995.,resultou na adjudicação da área  por R$7.800,00 (sete mil e oitocentos reais), e que  pretensamente poderia ser vendida ao Município  por R$180.000,00 (cento e oitenta mil reais).

CREDOR SILVIO MICKOZAK...de um Escort básico de R$10.000,00  em dez/95 do Cartelão da Oktoberfest Missões  resultou na adjudicação da área de do campo com arquibancadas e demais instalações  de 19.200 m/2  por R$140.920,00  e pretensamente poderá ser vendida ao Municipio por R$550.000,00 (quinhentos e cincoenta mil reais). As negociações ocorreram sem acerto financeiro.

O Aurora FC foi fundado no dia 15 de Outubro de 1946 , DIA DO PROFESSOR. O pessoal da época talvez optou por esta data para homenagear o Irmão Ambrósio que foi o maior incentivador  da criação do Clube definitivo.

O Decreto de  Desapropriação por Interesse Público do Prefeito Adair José Trott de março de 2012.

Esta  foi a contribuição que o Prefeito Adair J Trott deu  na semana do Leilâo do Estádio previsto para 30.03.2012 . Ficou no ar como se tivesse sido  uma “jogada para a  torcida”  por ser ano de eleições  , ligado com o  Projeto CENTRO ESPORTIVO AURORA  publicado no Jornal Folha da Produção na edição de 30.01.2012 , cuja foto da publicação  aparecem Adair José  Trott ,Walter H.Spies , Edgar Ferst  Secretário de Educação Bernadete Scheid , Mara Schorr  e o Diretor da Uri Edson Bolzan. ( Projeto p/vir recursos do  Governo do RS ).

O  QUE causou  estranheza  a  Comissão  que Administrava  o Clube na época   é que o Municipio  de  Cerro Largo, perdeu  a oportunidade  naquele momento  de depositar os R$140.920,00  em março ou abril,maio de 2012 e ficar com o imóvel do Aurora  já que havia tanto interesse assim. (Manifestado pelo decreto).

Em  Passo Fundo o Prefeito Airton Dipp usou tudo o que a  Lei lhe assegurava e Decretou como Patrimonio Histórico o Estádio Wolmar Salton garantindo ao EC Gaúcho que seu Patrimonio não serviria para exploração imobiliária (ver matéria do Correio Povo em anexo Xerox), com isso o Clube conseguiu vender seu estádio, pagar suas dívidas e iniciar a construção de um novo com uma sobra de mais de R$ 4 milhões de reais em área doada pela PMunicipal  junto ao Ginásio Teixeirão.

No Caso do Aurora FC., não houve nenhuma manifestação e não surgiu nenhum plano de saneamento, fora o de tentar passar para a Administração Municipal , como se os municípios não tivessem compromissos e obrigações maiores como Saúde , Educação, saneamento e obras com várias deficiências e falta de recursos.

UM fato que chama muita atenção nos processos que estavam tramitando contra o Aurora  FC foi a sistemática desconstrução dos LAUDOS DE AVALIAÇÃO  do Eng.Canisio Roque Schmidt que sempre a nosso ver estimava o valor real do Patrimonio do Clube e às partes constituídas dos processos de cobrança principalmente o Advogado de OLGA S MEDEIROS  sempre rebatia que às avaliações estavam fora da realidade de Cerro Largo.(mesmo com a UFFS já instalada e barragem já em andamento ).

Inclusive  o suplente de vereador  ALTEVIR  MEDEIROS  desqualificou   o  Sr. Canisio através de manifestação na Câmara usando a TRIBUNA como EDIL  quando assumiu  levando o Eng. CANISIO a  solicitar a JUSTIÇA o seu descredenciamento como PERITO  JUDICIAL DESTES PROCESSOS.  Mais um Prejuízo para o Aurora FC.

E a AVALIAÇÃO feita pelo do Eng. Roque A. Dewes em 28.01.2010  de  R$140.920,00  , 4 anos após ter feito uma outra de maior valor em 2006, isto em  plena época de instalação da UFFS e a Barragem São José,  TERIA SIDO  correta?
Porque  esta sub-avalição não foi contestada ????

RESUMINDO
Pode-se concluir que o Clube passou de 1996 à 2012 um período de mais de 16 anos devidamente amordaçado,  por que não dizer, submetido a exploração  de um grupo , que usou, abusou, não cuidou, emprestou e fez  Política  explorativa  do Aurora FC, pois um clube não poderia  ter seu Patrimonio  delapidado  e  levado ao caos da transferência da área de 24.200m/2  para credores  que poderiam ter sido pagos  com a realização de promoções  explorando a venda de bebidas, novos associados e talvez um plano de venda de Cadeiras na arquibancada . O AURORA pasmem,  sómente teve receitas no mandato do Sr.Afonso Antes ( cfe.deu entrevista na Folha da produção em 1997 ) e  Gringo Gattiboni (cfe.ata do Livro).

O que assistimos nestes mais de 16 anos foi o campo sendo usado para os mais diversos interesses e o interesse maior do Aurora foi deixado de lado.  A Renda da Copa deveria ser sempre do Aurora FC.

Falta de prestações de contas, evasão de receitas para terceiros (que precisa ser melhor investigado) sob os mais diversos interesses  levaram a Entidade a derrocada final.

Os credores afirmaram por diversas vezes que sempre foram enrolados nas tentativas de acertos de pagamentos e mais de 15 anos realmente é um tempo enorme que dá para ser pai e avô neste período.

Os dirigentes  sempre  procuraram  falar que a Prefeitura  iria comprar a área , e o Clube indo para derrocada . Houve sim pouca  preocupação com a Entidade Aurora com quase  70 anos de história.

16 anos não é pouco tempo. 
Pela documentação existente dá para se concluir que sempre existiu a ideia de desvalorizar o que era do Clube para ser transferido por preço bem abaixo do mercado tanto para o Poder Público  ou para grupos particulares.  O Estádio remodelado em  1996  não  foi nem conservado.

Não houve nenhuma demanda efetiva de realmente reerguer o CLUBE através de campanha de sócios ou de outra qualquer iniciativa (promoções, rifas, sorteios, bingos, jantares) que colocasse o Aurora  a jogar na Divisão de Profissionais  do RS.

O Clube perdeu o trem da história por  omissão, negligência ou má fé?



Existem muitas questões que precisam serem melhor analisadas para  um  bom entendimento  de toda a   opinião pública de   Cerro  Largo.
O  que aconteceu pode  até ser Entendido ou considerado como  sendo a maior TRANSFERÊNCIA  DE PATRIMONIO PÚBLICO já ocorrido na história de Cerro Largo.

O Patrimônio do Aurora Futebol Clube se foi,  e  embora seja uma entidade privada pode  ser  considerado Público pela sua história, tendo sido  construído nestes seus 70 anos de atividade por  toda  comunidade  esportiva.


BALANÇO   FINANCEIRO
Período Novembro  2011/ 31.12.2012

RECEITAS
Taxas de manutenção de Associados Patrimoniais...............R$ 2.580,00
Doações Expontâneas...................................................................R$    990,01
Receitas de vendas de rifas e sorteios.......................................R$  1.600,00
VALOR TOTAL DAS RECEITAS........................................................................R$  5.170,01

DESPESAS
             Passagens e Fretes.............................................................R$     54,20
Material de Expediente.................................................................R$     38,90
Publicações Legais em Jornais e revistas................................R$   540,00
Registros  Legais  do  Cartório  Pessoas  Jurídicas................R$   526,14
Despesas judiciais..........................................................................R$ 2.190,00
Multas Receita Federal.................................................................R$  1.062,30
Magicolor fotos estádio.................................................................R$       80,00
Prêmios de Rifas e sorteios..........................................................R$     506,25
VALOR TOTAL DAS DESPESAS.......................................................................R$ 4.999,69
SALDO DISPONÍVEL NO BANRISUL AG.CERRO LARGO.........................R$  170,32
TOTAL  .............................................................................................................R$    5.170,01

Silvio Félix Medeiros Filho                    Dorival José Dugatto
Presidente                                   Tesoureiro



REALIZAÇÃO DA TAÇA DE FUTSAL 70 ANOS DO AURORA EM 2016.

Em 2016 realizamos a Taça de Futsal   70 anos Aurora FC  em parceria com o Cerro Largo Futsal para que esta equipe angariasse recursos finaceiros para  a série bronze 2017 visto que o CMD/Secretaria de Esportes após reinauguração do Ginásio Roque Reinaldo Nedel.

Esta competição foi realizada com a participação de 16 equipes  em horário inovado, pois os jogos iniciavam às 15 horas do sábado.Em cada rodada eram realizadas 8 partidas terminando por volta das 21 horas. Foi um sucesso a presença de público pois os torcedores puderam ir ao  Ginásio no horário que melhor lhe conviesse. A presença de famílias com chimarão e muitas crianças ,e ao mesmo tempo o reencontro de muitos amigos no Ginasião nos deram a esperança que o Esporte realmente não pode ser deixado de lado.

Participaram da Taça de Futsal Aurora 70 anos as seguintes equipes:

Aliança/Sto Antonio – Santa Ceva – River Plate – Inovarte Marcenaria/Pedreira Griebeler – Assismaq Multimarcas/Plimor – Atrito FC – Assistec/Ser Cerro Azul/Assismaq – Sygma Sonorizações – Estudiantes/Cerro Guinchos –UFFS/Futsal/Restaurante K’Lenda  -  Christian Ducatto Engenheiro Civil – Barreiros – Fluiarte Jóias – Arsenal – Ferro na Boneca

Sagrou-se Campeã a equipe da Assistec/Ser Cerro Azul/Assismaq
Vice campeã foi a equipe da UFFS/Restarante K’Lenda

*Toda receita da Taça Aurora de futsal foram para o caixa do Cerro Largo Futsal que homenageou o Clube conforme acordo para a realização da mesma no Ginásio Municipal de Esportes*
*Os troféus foram pagos pelo Cerro Largo Futsal .As camisetas para os Campeões foram patrocinadas pela Vermelhinho Esportes/Vermelhinho Sport Line.*

Temos uma certeza: O Futebol de Campo tem seu espaço reservado na cabeça do Torcedor .

Por isso o Projeto AURORA PARA SEMPRE PRECISA SER IMPLEMENTADO.

A cópia do registro da alienação do proprietário  SILVIO MICKOZAK junto ao BRADESCO da área maior de 19.120 M/2 onde estava o campo de futebol e a casa do Zelador  fazem parte dos 4 volumes do relatorio original que se encontra junto ao acervo do Aurora Futebol Clube e comprova todas as ocorrências do presente relatório/levantamento do perioro de 1982-2012-2017


Está área foi objeto de averbação pelo Banco em virtude do não pagamento e foi arrematada pelo empresário Eleonor Oscar Becker por R$181.000,00.(comissão do leiloeiro inclusa neste valor)

Estivemos no Forum assinando como ex-parte interessada o encerramento da Ação de Usucapião de Alziro A.Gonçalves x Aurora FC. , em virtude da mesma ter sido vendida através deste Leilão.

Pelas palavras das partes dos 140 metros de frente 4 chacáras de 35 metros cada uma, estão acertados Eleonor e Alziro que as escrituras por autorização Judicial dos Autos sairá desta maneira:110 metros de frente para Eleonor e 30 mts de frente para Alziro onde estão construídas a casa antiga do Zelador e a nova casa construída pelo filho do Alziro A.Gonçalves.

Em 2017 estamos comemorando 80 anos do surgimento do Aurora FC dentro da Escola Normal Rural   La Salle  em maio de 1937 pelas mãos do saudoso Irmão  Ambrósio e os 71 anos da fundação oficial ocorrida em 15.10.946.

Toda a documentação oficial do Clube está em dia podendo retornar a disputa da  TERCEIRONA (antiga segundona) DO FUTEBOL PROFISSIONAL DO RIO GRANDE DO SUL.

Acesse o blog do aurora .....www.aurorafutebolclubecerrolargo.blogspot.com